Promover soluções de TI para indústrias moveleiras e construir soluções aplicáveis em máquinas que auxiliem a indústria moveleira na era da manufatura digital foi o objetivo do Hackathon do setor moveleiro que aconteceu durante a 1ª MostraMóveis e 9º Congresso Nacional Moveleiro, no Expoara – Centro de Eventos, em Arapongas - PR.
O Hackathon é uma maratona tecnológica que envolve profissionais e estudantes de diversas áreas. O objetivo era desenvolver uma solução de tecnologia ligada à digitalização de máquinas para a indústria moveleira. No total, 40 pessoas participaram da competição que tinha o desafio de seguir cinco critérios: modelo de negócio (mercado e monetização); inovação e experiência do usuário; maturidade de solução; composição e experiência do time; e benefício e impacto.
A equipe vencedora foi a Tempox, de Arapongas/PR, que apresentou o projeto de Solução em Sistema de Gestão de Pintura UV, que tem como maior benefício melhorar a gestão da produção e insumos gerando economia e melhoria de processos industriais. 
O grande destaque deste time são dois integrantes da Tempox, Gabriel Niziolek, assistente de engenharia e Jonathan Kaizer, estagiário de TI, colaboradores do Grupo Munhoz Caetano, e integrantes da equipe que receberam como premiação 4 mil reais pelo 1º lugar do Hackathon Moveleiro. "Ter a oportunidade de participar desta maratona em um ambiente colaborativo onde foi possível aplicar os conceitos da universidade aliado a experiência profissional foi fundamental para junto com os conhecimentos da equipe criar um projeto vencedor, além disso, a possibilidade de continuidade do projeto com possíveis investidores faz com que todo o trabalho realizado tenha valido a pena", afirma Gabriel.
Além da troca de experiências profissionais com pessoas de diferentes áreas, contar com ajuda de mentores para auxiliar no projeto gera expectativa nos participantes. "Foi desafiador criar a ideia central do projeto, mas com o trabalho em equipe aliado aos conhecimentos de cada integrante do time, o projeto teve relevância para indústria e reconhecimento no polo com a ideia apresentada", destaca Jonathan Kaizer.
Após a premiação é possível atingir novas conquistas e investimentos e a projeção é que os integrantes da Tempox tenham mais oportunidades com o desenvolvimento e continuidade do projeto.